Faturamento do Facebook

Padrão

Imagem

Campanha no Facebook

Fiz uma campanha de histórias patrocinadas no Facebook e constatei que um LIKE (CURTIR) na página custou $0,25 ou seja ¥25 e conversão de 0,5%.

Se o Facebook tem 1,2 bilhão de usuários ativos/mês e a taxa de conversão média de 0,5% ou 6.000.000 x $0,25 = $1,5 milhão x (limitado nr. espaços publicitários) x (limitado nr. anunciantes) = $xxxMilhões em faturamento.

Já a campanha de interações (Curtir/Clicar) custou $0,14 ou ¥14. Porém a conversão foi maior, 1%. Utilizando os mesmos cálculos acima, geraria em torno de $1,6 milhão por conversão. A diferença deste modelo é que os administradores das páginas podem criar interações com qualquer postagem feita na PAGE. Ou seja, este espaço de publicidade é ilimitado, ao contrário das histórias e anúncios patrocinados do lado direito da timeline. Portanto é a galinha dos ovos de ouro do Facebook. Só falta a empresa ensinar os micro, pequenos e médios empresários a criar conteúdo na PAGE.

 

Google e Yahoo Japan!

No Google, a média é parecida, $0,25/clique ou ¥25 e conversão de 0,5%. A diferença é a rede de parceiros e os domínios da própria empresa, que atingem bilhões de pessoas também. Mas o Google não conseguiu chegar ao mesmo nível do Facebook em relação ao UGC.

A parte difícil nos sites de UGC (conteúdo gerado pelo usuário) é manter a timeline com informações relevantes para as pessoas que interagem na página.
É preciso trabalhar bem o filtro para que haja balanço entre conteúdo de qualidade, interação e publicidade das empresas.
A aquisição do Instagram significou adicionar conteúdo de qualidade para a timeline do Facebook. Precisam continuar atentos para não deixar a rede virar um Orkut e os usuários abandonarem seus perfis.

No Japão, há uma empresa que consegue manter as buscas e domínios (força do Google) balanceados com o UGC (força do Facebook) e acesso a estrutura móvel e comunicação em tempo real (força da Microsoft e Twitter). Além do empreendedorismo e visão de Masayoshi Son. Conheça o Yahoo Japan!

Anúncios

2 comentários sobre “Faturamento do Facebook

  1. Interessante postagem grande Dino, mas criar um anúncio no facebook não é uma tarefa muito simples para leigos, acho que ainda falta profissionais para trabalhar nesta área para as empresas e boa parte das pessoas que tem pages.

    • dinoslender

      Olá Rogério,

      Concordo com sua opinião, faltam profissionais.
      Mas falta também interesse das empresas em contratá-los.
      Os administradores ainda acham que na internet tudo deve ser grátis.

      Vamos em frente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s